Saturday, 15 November 2014

Das perdas

Minha mae sempre conta a mesma estória sobre o meu nascimento: "O parto da Giselle foi o mais fácil  era como se ela tivesse decidido o dia e hoje. Estou preparada. Vamos acabar logo com isso. Nao adianta ficar empurrando ela para fazer as coisas. Ela vai fazer no tempo dela. Nao adianta." Ela diz isso para minha irma quando brigamos.

Meu padrasto morreu. O Sr de Areias, se foi. Eu mandei uma carta a ele antes dele ir. Nos vimos ha uns meses atras aqui, nossa despedida. Acertamos qualquer ponto que precisava conserto. Não havia muitos ou nenhum. Sempre admirei o fato que ele usou as oportunidades que a vida deu a ele, nao jogou nenhuma delas fora. Eu admiro gente assim.  

Não tínhamos aquela cumplicidade de pai-e-filha apesar dele ter me tratado sempre com muito carinho. Talvez porque quando ele entrou na minha vida, ja tinha entrado na fase adulta. Mas eu sei ele me amava. Eu e que mantive distancia um pouco. Foi assim que sempre quis as coisas. Mas éramos amigos, ele gostava de contar as estórias dele, de onde ele nasceu e eu gostava de ouvir algumas, não todas. 

Foi o Big C. 2 anos, mas desde a remissiva foram três meses. E algo muito triste ver alguém nos últimos dias ... a palidez . A mao tremula. Ontem vi um foto dele e me deu vontade de chorar. Chorei.

As vezes e para alguns com o Big C a morte tem quase que hora marcada. Voce fica esperando pelo telefonema. Graças a Deus, não e assim para todos mas não fomos os lucky ones.

O pior da morte não e a perda em si, porque as vezes a pessoa ta sofrendo tanto.... o pior e o não poder ver, nem falar, nem rir com aquela pessoa mais. Vi uma procissão de carros para um enterro e me lembrei do meu pai. Senti-me triste. Chorei no ponto de ônibus.  

Quando meu pai morreu nao chorei muito, foi difícil para mim processar tudo que estava acontecendo. Chorei seis meses depois no dia do aniversario dele, quando nao pude ligar e dizer : “E ai meu carioca preferido?! Ja foi a praia pegar um solsinho para seu aniversario?”

Com o Sr de Areias ...ele se foi ha um tempo já e so agora consegui colocar algo para fora. Escrevendo aqui.

Não tenho licoes de vida para dar a ninguém. Mas queria fazer o registro aqui que o meu padrasto se foi. Ele estava sofrendo muito e Deus deu a ele descanso. Ele me ensinou outras coisas que o meu pai não me ensinou, ele me estendeu a mao quando eu precisei, ele acrescentou na minha vida. Ele me  ajudou a crescer a ser melhor. E que bom que ele morreu sabendo disso. 

Amen. 



No comments:

Post a Comment

I love comments, they make my day. Let me know you stopped by.