Wednesday, 10 August 2016

Yes, my Tiger...7 meses!



Meu M aka (also known as) Coelhinho da Mamãe fez 7 meses ontem. É inacreditável como o bebezinho que eu trouxe do hospital e agora um bebezão cheio de personalidade e independente. Aos sete meses ele já aprendeu a dormir no berço e no quarto dele sozinho, dorme 8-10 horas (graças a Deus!!), ele tem comido de tudo mas ainda não é chegado ao arroz e feijão :), ele engatinha, rola de frente para trás e vice-versa, senta, pressiona os pezinhos no chão para ficar de pé, quer testar, provar e explorar tudo. 

Ele vai a natação desde os 3 meses mas só agora ele se soltou e tem nadado como um peixinho. Ele dá ti-bum, vai debaixo d'agua, faz splash, splash, splash! E não tem medo. Ele não chora muito, mas resmunga a beça e gosta de fazer um denguinho de vez em quando. E adora o cheirinho da mamãe. E há alguns dias ele descobriu a sua voz, e tem altas conversas com ele mesmo e os brinquedos. Ele é arteirinho, simpático com as outras pessoas, ele tem os meus olhos e são olhos expressivos cheios de vida, o smile é do pai e pelo que vi não será do tipo envergonhado...

Ele encheu a minha de sorrisos, de amor, de flores, de desafios. Com ele eu me sinto um super-heroína capaz de ir além dos meus limites, dos meus medos, de fazer o impossível. Por ele eu escalaria o monte Everest, atravessaria o Deserto do Sahara sem água, enfrentaria leão, leona e cascavel! Esse menininho de 7 meses ampliou meus horizontes e me tornou menos egoísta, chata e ranzinza. E está me ensinando a ser mais paciente e a viver um dia de cada vez (sim, porque na teoria e fácil mas na prática são outros 500, seu José!)

Como mãe eu quero ajudá-lo a descobrir o mundo, a ser um ser-humano empático, honesto, sincero, consciente e bom. Quero que ele seja um homem independente, confiante, culto, que aprenda apreciar as coisas pequenas que a vida nos oferece, quero ele tenha fé em Deus, no bom do mundo e das pessoas. Quero que ele ame quem ele é, o Brasil e a Língua Portuguesa. Desejo que quando ele cresça e pense em mim, ele abra um sorriso - e que ele sinta que haja o que houver meu amor por ele é incondicional, puro e total. E que eu estarei sempre com ele, pois eu sou a primeira e a última linha de defesa dele até quando ele for forte o suficiente para aguentar o rojão sozinho. 

Meus desejos são tão grandes para o meu menino, e eu sei que haverão pedras no meio do caminho mas elas venham também porque enfrentaremos tudo juntos pois somos parte do mesmo time sempre, sempre, sempre. E essa mãe aqui estará sempre pronta!

Go my tiger, explore the world. A sua mamãe estará sempre contigo. 

2 comments:

  1. Olá Giselle,

    Por vezes oiço por aí gente que anda nisto dos blogs há já algum tempo, dizer que, uma mãe (ou pai) não deveria nunca escrever num texto de um blog, ou uma outra plataforma qualquer, textos que um dia envergonhassem os seus filhos. Ora bem, eu cá acho, depois de ler atentamente este texto que o seu filhote vai ter muito orgulho em ler estas suas palavras escritas. Eu teria. Sem dúvida alguma.

    O texto passa doçura. Muita doçura. Tendo em conta os dias que nos caem em cima, doçura é coisa que vai escasseando. É bom ouvir/ler mães que não se importam nada de deixar transparecer esse lado. Continue nesse caminho. Penso que é uma boa escolha. Necessária.

    Beijinho para si e, outro para ao seu bebé :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Lindas palavras, muito obrigada. Um beijinho no coração, Maria.

      Delete

I love comments, they make my day. Let me know you stopped by.