Friday, 9 September 2016

Only you and me...Oito Meses...

É Outono e oito meses se passaram, cada mês que eu volto aqui para escrever uma nota sobre o meu filho, o número me surpreende. Oito.

Estou na reta final da minha licença maternidade e diferente dos meses passados em que fiz um esforço extra para me socializar com outras mães e quem sabe fazer amizades que desafiem o tempo e o cansaço da vida diária, nos últimos dias tudo que eu quero e passar tempo com M. Só eu e ele. Nós dois. É egoísta, eu sei. Afinal eu não fiz outra coisa nesses últimos meses senão cuidar do meu bebê, dia e noite. Não acreditava que alguém pudesse sofrer de pré-nostalgia (huge contradição de termos, me desculpem) mas é exatamente o que estou sentindo. Estou saudosa das saudades que eu vou sentir, não só do M estar pequeninho mas desses momentos de paz com o meu filho.


Para celebrar mais um mês do meu Coelhinho, o levei no meu parque preferido em Londres e perto de onde eu moro...passamos uma tarde maravilhosa, ainda quentinha apesar das folhas amarelas no chão anunciando a nova estação...tomei sorvete, sonhamos em ganhar na loteria :) e refleti muito. Meu menino esta crescendo e eu também estou.  


Sonho de consumo
Primeira vez no balanço!
Dentre das varias coisas que aconteceram esse mês, uma das mais importantes foi decidir ir ao Brasil esse ano. E agora estamos na contagem regressiva; vamos em Outubro. Estou louca de saudades de andar numa praia de areias brancas e daquela languidez que da na gente depois do almoço.  Estou tentando fazer uma lista de todas as coisas que eu quero mostrar para ao meu Brasileirinho-Londrino.

1. Ir a praia
2. Tomar agua de coco
3. Comprar revistinhas da Turma da Monica
4. Comer açaí na tijela
5. Assistir futebol no Domingo
6. Passear no calçadão todos os dias 
7. Comprar baby Havaianas
8. Evitar que as minhas tias malucas o mordam 
9. Subir ao Convento para agradecer a Deus pelas bênçãos desse ano
10.  E admirar a paisagem sempre...

Nesse ultimo mês o M me ensinou a sorrir quando o dia esta horrível... a ter paciência com dente nascendo, noites sem dormir e falta de fome. Que não tem desculpa, eu tenho que consistente, manter a rotina mesmo que as pessoas achem que é frescura minha...que "isso é uma exagero" porque eu sei que quando você está descansado você é muito mais feliz.  Because I am his mama and I know best! Esse mês eu me dei conta que tenho acertado em muitas coisas como mãe mas tenho melhorar como companheira, filha, irmã e amiga. E que a grande prova para um relacionamento não vem aos cinco ou sete anos como se diz por aí, mas vêm quando temos filhos. 

Tenho aprendido que é conversando que a gente se entende, que não dá para deixar para depois, tem que ser hoje e agora ainda que estejamos extenuados e tudo que queremos é ir dormir. Que as pessoas  também têm um limite e que eu tenho que aprender to let it go...que eu preciso de um break, que o L está aqui para me ajudar e eu não preciso supervisioná-lo a toda hora. Ele sabe o que fazer.
Aprendi que ser mãe é às vezes como construir castelo de areia, a água vem e tudo se desfaz daí começamos tudo de novo... 

Aos 8 meses meu M é mestre em ficar de pé. A andar no berço se segurando, é quase paupável a ansiedade dele de querer andar. De querer desbravar o mundo! Ele é tagarela, e repete constantemente dá-dá-dá, mam-mam-mam... ainda não sabemos se ele andará ou falará cedo...ele ainda esta decidindo. 

E enquanto ele decide eu vou ficando por aqui... deixo vocês com essa imagem... acredito que se você fechar os olhos...talvez sinta a brisa... 
Um beijinho e ate a próxima. G

2 comments:

  1. de facto a licença de maternidade (4 ou 5 meses) em Portugal é de levar as mães ao desespero.... :(

    Muitas felicidades para ti! beijos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Sim, Sofia e muito pouco tempo, e injusto com as maes e os bebes! Obrigada, beijinhos.

      Delete

I love comments, they make my day. Let me know you stopped by.