Tuesday, 15 August 2017

Real life doesn't need filters. 



Listas. Tenho que ir ao Correio apanhar um pacote que não é meu, e tenho que comprar lenços umedecidos. Fazer meu cabelo no fim do mês, high priority. Preparar para o little break, more lists ahead. Check the handyman for the bathroom work. I’d like to remove the carpet but that’s a lost batte, L will never go for it.
Real life doesn’t need filters. Eu acho que esse será o título desse post. A social media plataforma que eu mais gosto é o Instagram. Acho Tweeter uma bobeira, Facebook - tortura mental. Eu cheguei a conclusão que eu deveria parar de sair com pessoas que têm muito mais dinheiro que eu. Não é por inveja, eu não os invejo, mas vendo muito mais que eu posso me dar (no momento, excuse me!) - me faz não apreciar aquilo que eu conquistei. A vida é assim. E eu não quero essa energia perto de mim.
Não tenho abolutamente nada de significância para acrescentar aqui estou ramboling along como o meu marido diz. By the way – rambolear significa não sei acho que e uma mistura de fazer nada com fazer bagunça… Ele criou esse verbo, ou fui eu. Neologismo, I always get a kick by knowing the meaning of the words, especially the Latin rooted ones – it feels like I am well-read. Well, I am. Shut up, I am allowed to be proud about something.
Ele transforma verbos em Português em verbos em Inglês – for example: chorar – vira choring (present continuous), ele adora os dimunitvos também então é cahorrinho, gatinho, pequenininho – ele adora, acha que o som é bontitinho - e ele fala com aquele sotaque de gringo – igual criança falando errado. Eu tenho que me forçar a corrigí-lo porque senão o M vai falar tudo errado. 
Eu detesto uma das mães do meu baby group. Pronto, falei. Uma chata de galocha com um obnoxious husband! A menina dela é gracinha, pelo menos isso. Mas ela enche o saco dividindo T-U-D-O que acontece com a menina. Live posts on E development. E tão óbvio o esforço que ela faz para me aceitar, e tão óbvio que é quase paupável. Eu acho que eu nao gosto dela porque ela não gosta de mim. Hoje por exemplo, eu sinto vontade de dar um soco no olho dela. Giselle, stop!

“Top it. Top it. “ M veio com essa outro dia, no meio do janta dele ele vira para mim e diz:
“Top it, mama, top it. – ele não gosta de misturar tudo no prato.

Eu acho que ele ouviu na crèche.  
Minimalismo. Ja ouviu falar? Então, é uma maneira legal de dizer que a pessoa é pão-dura.  Ahahahaha. Just kidding. Eu adooooro a idéia. Céu para mim seria uma casa enorme, com janelas de vridro, tetos bem altos, cheiro de madeira, decoração scandianva e plantas – cores cinza, preto e branco e verde. Música clássica ao fundo, Nina Simone. Livros. Siléncio. Eu e os meus meninos. Meu pai sentado no jardim dando gargalhada…todo mundo falando Francês. Meu céu não é Brasileiro. Minimalismo, me faz sentir bem pensar que não sou uma essas pessoas que vivem para consumir. Vou dar todas as minhas roupas velhas essas semana, e as do M. E as do L.. Ele nem vai perceber. Okay, mais uma coisa para a lista. 

500. 

No comments:

Post a Comment

I love comments, they make my day. Let me know you stopped by.